Alterar tamanho do Texto     
  25/07/2018 | JOGOS INTERCLUBES 2018 DA ACIREMA – REGULAMENTO GERAL – FUTEBOL SUÍÇO
 
 
 FUTEBOL SUÍÇO

REGULAMENTO GERAL


CAPÍTULO I – DISPOSIÇÕES PRELIMINARES


Art. 1° – Os Jogos Interclubes de Maringá é uma Promoção da ACIREMA através do seu Departamento de Esportes e regular–se–á
pelas disposições contidas neste regulamento.

Art. 2° – Os clubes e associações que dele participar, será considerada conhecedora da legislação esportiva e deste regulamento,
no que diz respeito aos seus direitos e obrigações.

Art. 3° – É de competência do Departamento de Esportes, fazer cumprir este Regulamento e resolver os casos omissos.

CAPÍTULO II – OBJETIVOS

Art. 4° – Os objetivos dos Jogos Interclubes de Maringá são:

a) Oferecer um evento aos clubes e associações que fazem parte da ACIREMA, através de várias modalidades esportivas,
motivando assim os sócios e dependentes dos mesmos.
b) Proporcionar a oportunidade para o surgimento de novos talentos esportivos.

c) Melhorar o intercâmbio esportivo e social entre os participantes.

CAPÍTULO III – ORGANIZAÇÃO DESPORTIVA

Art. 5° – Os Jogos Interclubes de Maringá são organizados e coordenados pelo Departamento de Esportes da ACIREMA.

Art. 6°– A execução deste estará a cargo do Diretor de Esportes da ACIREMA, Clubes, Associações e seus representantes, e
outros profissionais que se fizerem necessários para a realização do evento.

CAPÍTULO IV – PARTICIPAÇÕES

Art. 7° – Poderão participar clubes e associações que fizerem parte da ACIREMA e ou convidados pela mesma.

1º O atleta poderá participar de quantas modalidades quiser, desde que esteja dentro dos critérios das mesmas.
2º Proibida à participação de Sócio Atleta em todas as modalidades e ou categorias.
único − Caso alguma entidade venha a utilizar a pena será: eliminação da equipe dos jogos.

3º – O atleta inscrito por mais de uma entidade, optará apenas por uma, sendo que esta opção se dará a partir do momento em
que o atleta estiver competindo pela entidade que escolheu, não podendo competir para outro clube mesmo sendo em
modalidade e categoria diferente.

único − Um Atleta poderá ser técnico de um clube e atleta de outro, desde que não participe como atleta das duas entidades.

4º Caso o atleta participe efetivamente por 02 (duas) entidades, ele (atleta) estará automaticamente ELIMINADO dos Jogos, e a
segunda equipe que utilizar o atleta será eliminada da competição, assim elimina–se pontos cartões e outros do mesmo e das
adversárias.

5º A idade para participar dos Jogos Interclubes de Maringá será de acordo com as modalidades a serem disputadas.

Parágrafo único − Os menores de 18 anos não são obrigatórios à entrega da declaração do responsável, porém será considerado
e entendido pela diretoria da ACIREMA que este esta autorizado pelo seu responsável a participar do evento e a responsabilidade
pelo menor também passa a ser do clube representante da equipe que este jogar.

Art. 9º – O responsável da entidade solicitará sua participação nos Jogos Interclubes de Maringá através da entrega do Mapa de
Inscrição.

1º A confirmação das modalidades através da entrega do Mapa de Inscrição até a data definhada em reunião.
2º A taxa de inscrição será de acordo com as formulas de disputa e o número de equipes.

Art. 10º − As modalidades BEACH TENNIS, SINUCA, TÊNIS DE MESA, TÊNIS DE CAMPO, TRANCA, TRUCO, serão disputadas em
formas de Chaves, sendo Eliminatória Simples. As coletivas serão: até 06 equipes (todos x todos) classificando–se 4 equipes para
as semifinais, e confronto olímpico. Com 07, 08 ou 09 equipes também jogam todos contra todos, porém o 1° e 2° lugares
passam direto a semifinais e do 3° ao 6° disputam as quartas de finais. Seguindo;

3° x 6° (jogo 1)
4° x 5° (jogo 2)

Esses confrontos serão jogados na casa das equipes classificadas em 3° lugar em seus grupos e com vantagem de jogar pelo
empate sendo do 3° e 4° colocados.

Os confrontos das semifinais ficam;

1° x vencedor do jogo 2
2° x vencedor do jogo 1

Para o Vôlei, sendo 3 equipes participantes, serão todos contra todos e o regulamento será definido antes da competição pelos
líderes ou coordenadores de equipe.

Se no dia da disputa da chave o número de participantes for pequeno, os representantes dos clubes presentes junto com o
representante da ACIREMA podem alterar a disputa para uma melhor integração dos participantes.

1º As entidades participantes pode inscrever o número de equipes de acordo com o MAPA DE INSCRIÇÃO.
2º As inscrições dos atletas será feita no dia do primeiro jogo de cada equipe da entidade participante ou antecipadamente nas
modalidades Coletivas, sendo no Maximo de 24 atletas para o Futebol Suíço e 15 atletas para o Futsal, caso sobrar vaga para
outras inscrições, estas poderão ser realizadas também no dia dos outros jogos diretamente na súmula, podendo excluir
(somente atleta que não participou do jogo) e incluir atleta até a última rodada antes da semifinal, as outras modalidades serão
no dia das disputas de cada modalidade. Na súmula dos jogos seguintes, constarão somente nomes de atletas que participaram
da partida, tanto como reserva ou como titular, constou o número deste em súmula é considerado participante da partida, não
constando, este não será incluído na súmula seguinte.
3º As idades determinadas para as modalidades ficaram da seguinte maneira;
Truco, tranca e sinuca, apenas associados com 18 anos completos podem participar.
Futebol suíço e futsal adulto, os associados tem de ter 16 anos completos para participar.
As demais modalidades, cada clube fica livre para definir e escolher os atletas.

Art. 11º – Somente poderá responder pela equipe, o presidente, diretor ou técnico, relacionado na ficha de inscrição. Caso
nenhum destes esteja presente, o jogo poderá ser iniciado, ficando somente o capitão da equipe, como responsável pela mesma.

CAPÍTULO V – JUSTIÇA E DISCIPLINA DESPORTIVA

Art. 12° – Fica instituída a CEJD − Comissão Especial de Justiça Desportiva, a quem compete à aplicação das normas disciplinares
para o bom andamento da competição, bem como dirimir qualquer eventual dúvida quanto ao Regulamento Geral da mesma.

Único − A comissão será formada por membros dos clubes, composta através de convocação, além do Diretor de esportes da
Acirema e coordenador geral do evento. Para que seja válido e aconteça o julgamento, deve haver um mínimo de 3
representantes de clubes, não sendo estes envolvidos no relatório apresentado. Quem preside esta reunião é o Presidente da
Acirema, na ausência do mesmo, outro diretor terá de se fazer presente presidindo a mesma.

Art. 13º − As decisões tomadas pela CEJD serão de caráter irrevogável e irrecorrível, sendo facultada ao denunciado/acusado
apresentação de defesa oral ou por escrito.

Art. 14º − As regras e os tramites para julgamento serão as mesmas utilizadas no Código de Processo Civil vigente, em especial
as adotadas nos Jogos Abertos de Maringá e Jogos Oficiais do Paraná, sendo portando aplicadas por analogia e em
complementação ao presente regulamento.

Art. 15º − Os julgamentos de caráter disciplinar serão realizados com base nos relatórios arbitrais, que gozarão de presunção de
veracidade.

1º As demais denúncias unilaterais das equipes deverão ser feitas diretamente com o coordenador dos Jogos interclubes de
Maringá, denúncia por escrito e somente por um responsável direto da entidade denunciante.

Art. 16º − As infrações disciplinares têm como consequência as seguintes penalidades:

1ª − Suspensão por prazo
2ª − Indenização
3ª − Eliminação

Art. 17º − Todas as equipes através de seu representante poderão registrar queixa e protesto quanto as possíveis irregularidades
verificadas durante a partida por escrito, imediatamente após o término da partida, à Direção Geral, e se convier, julgamento
para analisar e resolver a questão levantada.

Único − O reclamante terá direito a essa solicitação somente até vinte e quatro horas (24 horas) depois do término da partida
realizada, depois desse período o reclamante perderá direito. O resultado deverá ser apresentado antes do próximo jogo do
punido (atleta, equipe e outros).

Art. 18º − A equipe que desejar verificar qualquer tipo de documentação de outra equipe no dia de jogo deverá solicitar ao
representante (mesário) da partida antes do término da mesma.

Art. 19º − Os horários de todas as partidas da fase serão comunicados por escrito no boletim de programação previamente, em
cada uma das fases. Via E mail, Telefone e entregue diretamente para um representante da equipe ou do clube.

CAPÍTULO VI − DAS INFRAÇÕES

Art. 20º − Todos os atletas e componentes das delegações deverão observar a conduta moral, ética esportiva adequada, tanto
fora do campo como em campo de jogo, sob pena de ser advertido pela Direção Geral ou mesmo punido com suspensão na
participação de um ou mais jogos, de acordo com a CEJD.

Art. 21º − O atleta expulso deverá cumprir suspensão automática, havendo relatório este será encaminhado ao Presidente da
ACIREMA e se necessário à Comissão Especial de Justiça Desportiva.

Art. 22º – As punições também caberão à Comissão Técnica de cada equipe.

Art. 23º − Praticar agressão física contra pessoa subordinada ou vinculada a delegações desportivas, equipe de arbitragem,
comissões do evento e ou atletas.

Pena: Eliminação imediata do evento. (Se necessária maior punição este será julgado)

Art. 24º − Ofender moralmente pessoa subordinada ou vinculada a delegações desportivas, equipe de arbitragem, comissões do
evento e ou atletas.

Pena: Suspensão pelo prazo de 01 a 03 jogos. (Será julgado / Cartão Vermelho conta como 01 jogo cumprido)

Art. 25º − Danificar, subtrair, destruir, inutilizar ou deteriorar bem desportivo, por natureza ou destinação, de que tenha ou não
posso ou detenção.

Pena: Indenização e eliminação do evento.

Art. 26º − Falsificar, no todo ou em parte, documento público ou particular, omitir declaração que nele deveria constar, inserir ou
fazer inserir declaração falsa ou diversa da que deveria ser escrita, para o fim de usá–lo perante os órgãos desportivos do evento.

Pena: Eliminação

Art. 27º − Usar como próprio qualquer documento de identidade de outrem ou ceder a outrem para que dele se utilize.

Pena: Eliminação

Art. 28º − Deixar de cumprir determinação da Comissão Geral do Evento ou Comissão Especial de Justiça Desportiva.

Pena: Suspensão pelo prazo de 01 a 720 dias.

CAPÍTULO VII – PREMIAÇÃO

Art. 29º – Serão oferecidas aos DOIS primeiros colocados de cada modalidade, categoria e sexo.

Art. 30º – Haverá premiação Geral, sendo a pontuação para uma só representação, indiferente de quantas equipes esta estiver
sendo representada, a pontuação será somente entre as 04 (quatro) primeiras colocadas de cada modalidade, não podendo
repetir o clube entre as quatro primeiras, assim sendo passa a pontuação ao próximo colocado. Sendo a seguinte pontuação para
determinar o Campeão, Vice–campeão e o Terceiro Colocado, até 3 (três) entidades realizam os jogos, pontuando para a
pontuação geral. Com duas entidades não tem a disputa da modalidade.

A Premiação de cada modalidade será entregue na disputa de toda final de cada categoria, ficando para o encerramento na
confraternização a entrega da Premiação Geral e outras premiações a serem oferecidas pela ACIREMA.

PONTUAÇÃO: 1º lugar − 25 pontos / 2º lugar − 21 pontos / 3º lugar − 18 pontos / 4º lugar − 16 pontos

CAPÍTULO VIII – DISPOSIÇÕES GERAIS E TRANSITÓRIAS

Art. 31º – Nenhum participante poderá alegar desconhecimento de qualquer decisão referente ao 16º Jogos Interclubes de
Maringá, desde que tenha sido publicado em nota, boletim ou edital.

Art. 32º – Os órgãos promotores do evento não se responsabilizarão por acidentes antes, durante ou depois de qualquer
competição, devendo apenas oferecer atendimento de primeiros socorros através do SUS.

Art. 33º – O presidente, diretor, técnico e o representante da entidade, terão poderes para deliberar e resolver qualquer situação
referente à entidade a que pertença, respondendo os mesmos pelos seus atos, junto à entidade que representam.

Art. 34º − Os técnicos ou responsáveis pelas equipes deverão apresentar junto ao representante da partida, antes do início de
todos os jogos de qualquer modalidade os documentos (RG, Carteira de Trabalho, Carteira de Motorista, Passaporte, Carteira de
Registro Profissional, Carteira do Clube e Associação, todos originais e com foto, e para categorias menores será autorizado a
declaração do clube) de seus atletas para que possam ser efetuadas as devidas conferências das mesmas, sendo que não
poderão participar das disputas caso não os apresente. Obrigatoriamente em todas as partidas a serem disputadas, caso não os
apresentem e venham a jogar, em caso de vitória ou empate perderão os pontos.

Art. 35º – A Entidade que não se apresentar com a equipe para a disputa de uma partida no local, dia e horário determinado em
programação ou se apresentar irregularmente, será declarado perdedora por WO. Serão necessários dois (2) WO para que a
equipe seja ELIMINA da competição na modalidade em questão. Com a eliminação desta, será retirado pontos, cartões, gols e
tempo de jogo de todos, ninguém ganha ou perde. Nas categorias menores o WO não elimina.

Único − Na partida em que ocorrer WO, os atletas ou dirigentes que tiverem que cumprir suspensão automática, será
considerado cumprido somente pela equipe presente.

Art. 37º − Serão realizados os campeonatos das modalidades em que houver no mínimo 3 entidades participantes.

Art. 38º – Haverá uma tolerância de 15 minutos para o início do primeiro jogo, não havendo tal para os demais.

Único − em caso de um WO na primeira partida, os 15 minutos deverão ser transferidos SOMENTE para a segunda partida. O
Cancelamento da partida ou da rodada tem que ser solicitado pela entidade até as 12h00 (meio dia) do dia da disputa, caso não
fora feito, esta será cancelada somente pelo Árbitro da partida.

Art. 39º – A Comissão Executiva poderá suspender a participação nos Jogos Interclubes de Maringá, de equipes ou elementos
participantes, em casos de indisciplina, ou outro ato mesmo fora dos locais de competição.

Art. 40º – Dias de disputa dos jogos serão:

Futebol Suíço categorias Livre − quarta–feira.
Futebol Suíço categoria Veterano 30 anos − quinta–feira.
Futebol Suíço categorias Máster 40 anos − quinta–feira.
Futebol Suíço categoria Coroas 50 anos − terça–feira.
Futsal categoria Livre − a definir
Futsal categoria Máster 40 anos − a definir
Futsal Menores − a definir.
As demais modalidades nos finais de semanas a partir da SEXTA–FEIRA.

Obs. Se necessário para o término do evento, pode ser utilizado qualquer outro dia da semana, menos o SÁBADO à negociar o
dia com os clubes.

Art. 41º – Critérios de desempate para as modalidades coletivas:

Empate entre duas equipes:

Confronto direto na fase;
Saldo de Gols na fase;
Ataque mais positivo na competição;
Equipe mais disciplinada na competição (menor número de cartões);
Sorteio.

Empate entre três ou mais equipes:

Saldo de gols na fase;
Ataque mais positivo na competição;
Equipe mais disciplinada na competição (menor número de cartões);
Sorteio.

Art. 42º – Em caso de dúvidas com relação ao regulamento será consultado a Comissão Geral dos Jogos Interclubes de Maringá
(Presidente da ACIREMA, Diretor de Esportes da ACIREMA e Coordenador dos Jogos Interclubes)

Art. 43º – É obrigatória a apresentação da documentação (RG, Passaporte, Carteira de Trabalho, Carteirinha do Clube ou outro
documento Federal com Foto) de todos os atletas antes do início das partidas, caso não apresente este não poderá jogar até que
seja apresentado, e caso venha jogar sem apresentar antes a documentação, e este relatado pelo arbitro ou representante da
partida sua equipe perderá os pontos em caso de vitória ou empate, estes serão automaticamente para a equipe adversária. Para
as categorias menores (Sub 07 / 09 / 11 / 13 / 15) vale também uma declaração do clube ou escolar com os dados do atleta,
principalmente a data de nascimento, contendo nesta declaração o carimbo da entidade e a assinatura do responsável
(Presidente, Diretor) pelo mesmo.

Art. 44º – Os goleiros nas categorias 30 anos, 40 anos, 50 anos e 60 anos, poderão ser até 10 (dez) anos mais novo da
categoria a ser disputada, caso seja mais novo que o permitido, a equipe perderá os pontos ganhos na disputa que se utilizou do
goleiro irregular e a adversária ganhará os pontos.

Art. 45º – O Cancelamento de qualquer jogo será somente devido ao CLIMA, caso essa venha atrapalhar ou não ter condições de
jogo nos campos que forem para serem disputadas as partidas. Será cancelado até às 18h. Não será cancelado por nenhum outro
motivo, mesmo em acordo entre as duas equipes.

Art. 46º – Após ter dado início a competição, caso algum clube venha ser eliminado por WO ou outro motivo, este não será
reembolsado dos valores rateados entre os participantes, para os pagamentos do evento.

Art. 47° – Após o segundo WO a equipe será eliminada. Isto significa que ela pode perder de WO apenas 1 (um) jogo.

Art. 48° – Em caso de bater a cor de uniforme, o clube mandante é quem faz a troca do mesmo. Caso seja necessário será
permitido o uso de coletes numerados.

Art. 49° – Tempo de jogo para o futebol suíço terá 60 minutos de duração, divididos em 2 tempos de 30 minutos.

Art. 50º – Os casos omissos a este regulamento serão resolvidos pela Coordenação do Evento, após consulta à Direção Geral do
evento.
 
Data: 25/07/2018 Fonte:Amistosos
 
Compartilhar

     

 
www.msoftx.com.br